Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Paneloviski

Publicado por Revista Bula em Sábado, 2 de abril de 2016

 

Comentar (0) Acessos: 21

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Oi, bem, então é isso.

Somos, estranhos, esquisitos e ate mesmo depressivos. Somos nossos próprios infernos, massacrados pela obrigação de sermos alegres. Numa vida que não tenhamos problemas. Se encontrar alguma assim… eu não troco a minha problemática por uma monotonia.

Somos decadentes, angustiados, procuramos a solução inexistente. Já parou para analisar que a graça pode ser a confusão que você tá vivendo e que, o que pode tá te entristecendo é a necessidade de entender o que tem ai… do outro lado da porta.

 

Somos sozinhos e companheiros. Já percebeu a beleza do silêncio, o prazer gozante de sentar com um(a) amiga(o), sem precisar falar nada, sem a obrigação de dizer uma palavra. As vezes um abraço, encostadinha no ombro, braço no pescoço, deitar no colo… é muito mais confortante que uma simples pergunta.

 

O que você tem?

Comentar (0) Acessos: 24

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Há muito depois de escrever sobre a Amizade, tenho tentado escrever sobre a Dor, um sentimento que ataca milhares e causa a angustia de muitos que ainda não perceberam que está passando por ela. Talvez o costume da medicação que não te deixa chorar, nem sorrir.

Mas... O que é a dor?

Uma classificação dada a faca cravada invisivelmente no peito e em vez de uma ferida

ela causa uma bola de ar que cresce sem parar, te incomodando, trazendo uma pulsação arrepiante, levando ao cérebro lembranças do acontecimento causante.

Uma perda, uma morte, uma briga e demais questões provocadas por nos ou pelos outros. Talvez, você, queira categorizar e classificar que a dor causada por você é maior que… é pior que a causada pelo outro.

Comentar (0) Acessos: 30

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Quando montei esse blog, defini que não preocuparia com o que vou publicar. A ideia principal é, ter um espaço onde posso expor meus pensamento sobre o dia a dia.

Mas enfim.

Nas minhas últimas publicações me preocupei em mostrar o lado de vocês um ponto de observações diárias que nos envolve e talvez, apenas talvez não vemos.

Mas nessa brincadeiras de palavras e nesse texto que vai se formando, eu gostaria de conversar o que penso e espero ser para os meus, sobre uma coisa que sempre me bateu a cabeça, e nunca, por mais que tivesse inúmeras ideias, nunca escrevi.

Amizade.

Mas o que é ser amigo?  

Comentar (0) Acessos: 29

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Talvez a maior beleza do ser humano. É não ver o belo nas questões bonitas... Mas também, nas questões feias.
Vamos analisar isso....


O que é belo?


Um adjetivo, uma qualidade...
Bem,  vamos aos significados do dicionário.

1.que tem formas e proporções harmônicas; bonito.

2. que produz uma viva impressão de deleite e admiração.

Um bom exemplo pra isso, é o entardecer laranja anunciando a noite fria que vai pra chegar.
Mas vamos para voltar para... 

Comentar (0) Acessos: 19

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

A dependência do Motivo, é algo praticamente viciante... afinal somos criados para fazer as coisas querendo um “por que?” definitivo.

Me passou pela cabeça uma história talvez de uma pessoa que conheço. Talvez não.

Mas vou ver esse caso mesmo assim.

Você como qualquer ser humano, cresce esperando uma resposta para tudo que vive. Essa pessoa é isso, uma espera desesperada de motivos.

Temos na nossa vida uma longa jornada de coisas para fazer e que por alguma razão...

Comentar (0) Acessos: 38

 

 

Digite seu e-mail e receba atualizações

Delivered by FeedBurner

 

Hospedado por: HOMEHOST